sexta-feira, 14 de outubro de 2011

HOJE É O DIA MUNDIAL DO PÃO

Há dois meses estou sem meu canto para escrever. Meu apartamente está em reforma e estamos em um flat. Não sei escrever em qualquer lugar. Perdi meu foco, minha cadeira, minha inspiração. Aqui no flat uso um netbook e a internet é lenta. Além de tudo, fiz pequenas viagens neste último mês. Vários assuntos rondam minha cabeça, mas não consigo passá-los  para o papel, como se dizia antigamente, ou  para o computador.

Acabo de ouvir na TV que hoje é o dia mundial do pão. Na praça Rui Barbosa, região central de Curitiba há uma companha interessante. Até 16 horas, você pode ir até lá, levar um livro e trocá-lo  por pães. Os livros serão doados para formação de bibliotecas em algumas instituições.

Na França, onde o pão é objeto de orgulho nacional, há sempre feiras, concursos de pães e baguetes. Numa manhã de 2004, eu andava em frente ao Hôtel de Ville e entrei numa enorme barraca para ver o que acontecia lá. Era uma feira de pães muito interessante. Vários jovens preparando os pães, ensinando ao público e oferencendo para degustação. Fui entrando sem cerimônia e acabei no meio da inauguração. Quando percebi, estava já com taça de champagne na mão e bem próxima do prefeito que fazia discurso.




3 comentários:

Anônimo disse...

Eu me perderia numa feira de pães...
Com manteiga boa então, nem se fala. Um dos grandes prazeres de Petrópolis antigamente era ir na padaria bem cedo para comer o pão direto do forno. A manteiga derretia antes de chegar ao pão, de tão quente que ele era.
:-)))
Zé Rodrigo

Ana Teresa Londres disse...

Também adoro pão com manteiga derretida. Vc falou em Petrópolis e me lembrei daquelas torradas que vinha com a manteiga derretida.
bjs

fernanda garcia disse...

Amo pão!!!!
Quentinho com manteiga, então...
Bjs,
Fernanda Garcia