sexta-feira, 3 de outubro de 2008

CEREAL MATINAL TAMBÉM É VILÃO



Esta semana saiu na imprensa uma reportagem sobre os cereais matinais infantis. A Pro Teste avaliou 18 cereais matinais das marcas Kellogg’s, Nestlé e Nutrifoods e concluiu que todos são inadequados para crianças. Além de conterem excesso de açúcar e sódio, há falta das fibras necessárias. Algumas marcas ainda têm bastante gordura saturada. Felizmente, não tinham gordura trans.

A alimentação da maioria de nossas crianças é composta por um exagero na quantidade de açúcar, sal e gorduras, faltando fibras, muitas vezes vitaminas e sais minerais como o cálcio ,ferro, zinco e selênio.

Desde pequenas, muitas vezes ainda alimentando-se ao seio materno, as crianças recebem água ou chá adoçados, chupetas molhadas no mel ou açúcar, papas de legumes com açúcar. Esta preferência pelo doce vai se perpetuando e se acentuando à medida que crescem. Um pouco maiores, ainda continuam querendo alimentos doces, mas já gostam também dos salgados, e que salgados!!! Batatinha frita, pipoca, salgadinhos de pacotes, principalmente aqueles amarelos terríveis. Também gostam muito de sucos de frutas, mas os industrializados, excessivamente doces, ou pior ainda, os em pó, com excesso de corantes, açúcar e até sódio. A fruta ficou só no rótulo. Isto tudo para não falar nas bolachas recheadas, balas, chicletes e refrigerantes.

Não faltariam fibras nem vitaminas na alimentação se ingerissem frutas in natura, um pouco de legumes e saladas. Arroz integral com feijão é uma boa opção de fibras, além de excelente fonte protéica. Mas nem o velho arroz com feijão nosso de cada dia, as nossas crianças comem regularmente.

Para mudar um pouco este quadro, não depende somente da indústria alimentícia, cujo objetivo é vender um produto que agrade ao paladar. Depende de toda a população nas diversas áreas através de múltiplos esforços. Depende de nós profissionais da área de saúde, orientando e esclarecendo a população; das escolas promovendo uma educação alimentar e oferecendo lanches e merendas adequadas às crianças; do governo através de campanhas, incentivos e investimentos na área da educação e saúde; da mídia através de esclarecimentos à população. A veiculação de publicidade de alimentos infantis, muitas vezes inadequados, deveria ser proibida durante os programas infantis de televisão. O Departamento de Nutrologia, da Sociedade Brasileira de Pediatria tem se empenhado neste sentido. Alguma coisa já tem sido feita, mas ainda falta muito e é urgente que se faça. As crianças hoje estão mais obesas e já com doenças ditas de adulto, como diabetes tipo II e hipertensão arterial, conseqüências da obesidade.

3 comentários:

Anônimo disse...

É de arrepiar!!!! Tudo o que as crianças gostam.
Os comerciais realmente tem uma forte influência.
A criança muitas vezes se nega a comer um legume porque é verde ou laranja, mas não se nega a comer o biscoito colorido.
O buraco é muito mais em baixo.
Não sei se vc viu aquele programa inglês do Jamie Oliver propondo mudar a merenda das escolas.
É muito interessante e fics bem claro que um trabalho bem feito educativo pode mudar muito.
Muito bacana este site pro teste.
Bjs
Amelia

Ana Teresa Londres disse...

Oi Amélia,

Escrevi um comentário e na hora de postar minha internet caiu. Vou tentar novamente.
Mudar o comportamento alimentar das crianças interfere em mudanças na familia. A alimentação assim como educação é uma questão de limites e é mais fácil deixar rolar do que educar. No futuro é que as consequências aparecerão. Vi o programa do J. Oliver e ele conseguiu mudar a merenda escolar na Inglaterra. É uma questão de vontade de todos os envolvidos.
bjs

nádia disse...

a alimentaçao dos pequenos pode ter forte influencia dos pais afinal se uma criança ja se alimenta mau, alguem introduziu esse tipo de alimentaçao,isso requer mudanças de habito familiar.a midia tambem e apelativa,os fast-foods ja são queridinhos na nossa cultura,por causa da facilidade no preparo ou ja estao prontos,soluçao;é presciso ter consciencia que o alimento é muito importante para termos mais longevidade vc é o que vc come!!!