sábado, 8 de maio de 2010

BISTRÔS PARIS



Se você gosta de Paris como eu, vai se deliciar com este guia de bistrôs escrito pelo chef de cozinha e fotógrafo Alex Herzog. Textos sinceros, contando um pouco da história de cada lugar, dos chefs, dos cardápios e fotos convidativas. Quando estava folheando o livro em minha casa, descobri que já tinha referências do autor. Eu já havia feito um contato com ele, pois é irmão de uma colega de colégio, no Rio de Janeiro, e que lhe falou deste blog.

Alex inicia o livro rememorando sua avó, de origem belga, de quem herdou o gosto pela gastronomia. Conta a enorme dedicação que ela nutria pela cozinha, pelos ingredientes, e isto foi fundamental na sua formação. Descreve seus bistrôs prediletos, onde o chef preza a qualidade com preços razoáveis. Indica pontos turísticos próximos, filmes que fazem referência àqueles lugares, além de informações práticas como metrô, horários e etc. No final, encontramos um glossário com as palavras francesas e sua tradução; uma relação de lojas de vinhos, pâtisseries, boulangeries, fromageries, épiceries, feiras e toda sorte de gourmandises; e ainda uma lista de lojas de artigos de culinária e livrarias especializadas. O interessante é que eu tenho uma lista semelhante, que fui fazendo aos poucos e atualizando a cada viagem. Compartilho de muitas das opiniões dele. Gostaria de conhecer vários dos endereços apresentados. O livro dá bons motivos para mais uma viagem. Aliás, ninguém precisa de motivos especiais para ir à Paris.

BISTRÔS PARIS – Alex Herzog – Ed. Bom Texto, 2009.

2 comentários:

Anônimo disse...

Oi Ana,
Muito legal seu comentário no blog sobre meu livro. Fui mandar uns links do meu livro para um amigo que fiz aqui em Buenos Aires onde estou agora(estou terminando o "Bistrôs Buenos Aires"), e aí vi seu comentário. Boa surpresa. Quem é seu irmão? Me lembro do sobrenome. Foi no Andrews, não?
Abraços e parabéns pelo blog.
Alex

Ana Teresa Londres disse...

Oi Alex,
Fui contemporânea de Jacobina da Myrna, e ela me falou de vc qdo abriu o restaurante. Na época ela me escreveu contando do teu restaurante e com os teus contatos. Fui ao Rio muito rapidamente e acabei não ligando. Isto foi no final de 2008. Vc ainda tem o restaurante?
Este mes de junho vou a Buenos Aires, e pena que teu guia ainda não esteja pronto. Qdo ficar, me avise. Um abraço
Ana