quinta-feira, 18 de junho de 2009

QUE TAL UMA SARDINHA?



Peixe de baixo custo e freqüente na costa brasileira, tem o nome científico de Sardinella brasilienses. Não é valorizado pela nossa população e pouco consumido. Muitos não sabem, mas a sardinha é um alimento de excelente qualidade nutritiva por ser fonte de ácidos graxos ômega-3, principalmente os de cadeia longa (DHA e EPA - cujos nomes também são longos: Docosahexaenóico e Eicosapentaenóico). Todas estas gorduras são muito importantes para o desenvolvimento cerebral do feto, e das crianças; desenvolvimento da visão; apresentam atividades antiinflamatórias, antitrombóticas, que são importantes na prevenção das doenças degenerativas e cardiovasculares.

Rose Patin, nutricionista da UNIFESP, apresentou um trabalho comprovando que nutrizes com ingestão regular de sardinha (2 vezes/semana, num total de 300g), apresentaram em seu leite quantidades maiores dos ácidos graxos longos ômega-3, os quais são muito importantes ao desenvolvimento de seus bebês. Demonstrando que o hábito de consumo de peixes é muito benéfico para eles, principalmente se forem prematuros. (Jornal de Pediatria - Vol. 82, Nº1, 2006 - Ingestão de sardinha e ômega-3 no leite materno . Patin RV et al).

Preparei um Escabeche de sardinhas, receita do Gordon Ramsay, do livro: Paixão por Frutos do Mar e ficou uma delícia. Detalhe: a sardinha custou R$5,00 o quilo aqui no Mercado Municipal em Curitiba, e o peixeiro já me entregou limpa. É fácil e vale tentar.

Ingredientes para 4 pessoas
:
8 sardinhas abertas sem a espinha
100 mL de azeite de oliva
1 echalote ou cebola roxa cortada em rodelas
1 cenoura média cortada em julienne (fatias finas)
½ c. chá de sementes de coentro levemente amassadas
1 anis-estrelado
Uma pitada generosa de pistilos de açafrão
1 c. de chá de vinagre de vinho branco
1 c. de chá de vinagre balsâmico
Sal e pimenta moída na hora

Preparo:
Tempere os peixes com sal e pimenta.
Numa frigideira antiaderente, e um fio de azeite, doure os peixes, 2 minutos de cada lado.
Limpe a frigideira com papel, e aqueça metade do azeite, refogue a cebola, a cenoura, juntamente com as sementes de coentro, anis-estrelado e o açafrão por cerca de 5 minutos ou até que fiquem macias.
Acrescente os 2 vinagres e o restante do azeite, deixe ferver e verifique o tempero.
Cobrir o peixe com este molho e deixar esfriar. Servir em temperatura ambiente.


Obs: Este peixe pode ser conservado vários dias na geladeira se ficar coberto com o molho.

4 comentários:

fernanda garcia disse...

Oi Ana,
Estava com saudades dos teus posts, ótimos como sempre!!!

Talula disse...

Nunca como sardinha assim. Deu água na boca!
:)

Ana Teresa Londres disse...

Oi Talula,
Neste final de semana preparei novamente esta sardinha e no dia seguinte ficou ainda melhor. Vale a pena tentar.
Abraços
Ana Teresa

Anônimo disse...

Vou tentar fazer. obrigada.
Denise