domingo, 3 de agosto de 2008

MACARRON





Doce à base de claras de ovos batidas com açúcar e farinha de amêndoas. Em formato redondo, é recheado com creme à base de manteiga, ou geléia, ou ganache (chocolate branco ou preto derretido com creme de leite). Os diferentes sabores vêm acrescidos ao recheio: baunilha, pistache, framboesa, rosas, maracujá, chocolate,café, etc. Muito bom num lanche da tarde e acompanha bem um expresso ou um chá.

A origem do macarron é bem antiga. Dizem que veio de Veneza, na época do renascimento, e foi adotado em muitas cidades francesas como uma especialidade. Em Nancy, no século XVII, era produzido pelas freiras Carmelitas e ofertado às noviças que não comiam carne.





Este doce deve ser crocante por fora e macio no interior. Está presente em todas as pâtisseries francesas e os parisienses adoram. Provei vários em Paris, sendo que os que mais gostei foram do Pierre Hermé. Desmancham na boca. São mais de 20 sabores diferentes, sendo alguns bem exóticos. A cada estação, muda a coleção. A loja parece uma joalheria, e os preços são bem salgados.


No Brasil o macarron é relativamente recente. Em Curitiba o Lucca Café produz ótimos macarrons. São feitos pela confeiteira Roseli de Fátima Pinow. Rose, como é chamada, trabalhou por 5 anos com o chef pâtissier francês Laurent Grolleau, e com ele aprendeu os primeiros passos como confeiteira.







Passei uma tarde na confeitaria do Lucca vendo o preparo dos macarrons. As dificuldades para se acertar um bom macarron são várias: encontrar uma farinha de amêndoa boa e com moagem fina; acertar a temperatura do forno e a umidade necessária, entre outras.
Os macarrons do Lucca são vendidos no Lucca Café e na Provence Boulangerie.


Serviço:
Lucca Café: Al. Presidente Taunay, 40- Curitiba. Tel: 41 3024-6950.
Provence Boulangerie: Rua Bruno Filgueira, 548 – Curitiba. Tel:41 3343-9911
Pierre Hermé:Rue Bonaparte, 72 - Paris

9 comentários:

Jussara Voss disse...

Ana, teu blog está cada vez mais bacan! Ótimo o post sobre o "macarron", que eu adoro. Vou experimentar o da Rose. Um abraço,
Jussara.

Jussara Voss disse...

Ana, fui lá experimentar. O macarron da Rose é muito bom! Vou passar o link do teu blog com o post sobre o assunto. Obrigada pela dica. Um abraço, Jussara

Ana Teresa Londres disse...

Obrigada pelos comentários. Méritos para a Rose e o Lucca Café.
bjs
Ana

Anônimo disse...

Olá Ana,
Quem é a Rose?
Abraço,
Fernanda Garcia

Ana Teresa Londres disse...

Fernanda,
Rose é a confeiteira do Lucca que faz os macarrons.

Anônimo disse...

olá ana! fiquei muito feliz em descobrir seu blog! sou arquiteta, também apaixonada por gastronomia, e pretendo entrar nesse ramo. que cursos do cordon bleu vc fez? gostaria de saber se vale à pena (achei os ateliers um pouco caros. bjs lívia

Ana Teresa Londres disse...

Oi Livia,
fiz os cursos de Cuisine e Pâtisserie de base. São cursos de 10 semanas cada e fiz ao mesmo tempo. Existe outros como Lenotre, Paul bocuse tb caros. Tudo vai depender do que vc pretende. Mande um email diretamente para mim pois assim posso te responder melhor as perguntas.
anateresa.londres@gmail.com
Abraços
Ana

Aurora Custódio dos Santos Regi disse...

Frequentei o Lucca durante o tempo que residi em Curitiba. Tenho boas e lindas lembranças de lá. Uma delas é daqueles finais de tarde quando me sentava à mesa com uma querida amiga, uma senhorinha de 83 anos, Dona Noemia Xavier de Ataíde, que saboreava o macarrons com uma alegria singela, elegante e quase infantil. Inesquecíveis momentos. Saudades. Obrigada, Ana. Deus te abençoe. Meu nome é Aurora Custódio dos Santos Regi.

Ana Teresa Londres disse...

Olá Aurora, obrigada pelo comentário. Se vier à Curitiba, que tal um macarron no Lucca? continuam muito bons.Um grande abraço.
Ana Teresa